ingrid michaelson – girls and boys

Mais uma vez, não vim falar de um lançamento. Mas sim, de uma surpresa boa, talvez uma das melhores descobertas desse começo de ano. Um dos tantos presentes musicais que ganhei por assistir a Grey’s Anatomy – OK, não vamos entrar nos méritos do seriado, mas trilha sonora por trilha sonora, é uma das melhores da televisão atual. Ingrid Michaelson era pouquíssimo popular antes de ter duas músicas – Breakable e The Way I Am – tocando na terceira temporada da série. E mesmo depois desse “breakthrough”, é bem relativamente difícil encontrar músicas da moça. Como eu sou macaca velha e esperta, consegui achar o álbum mais recente, “Girls and Boys”, lançado no final de 2006. Achei que seria bom compartilhar o novo vício.

1. Die Alone 
2. Masochist 
3. Breakable 
4. Hat 
5. Way I Am 
6. Overboard 
7. Glass 
8. Starting Now 
9. Corner of Your Heart 
10. December Baby 
11. Highway 

O vocal de Michaelson é suave e feminino, por falta de melhor adjetivo. Sua voz dá a impressão de que ela respira as melodias, cada acorde de guitarra, cada nota de piano. Parece que ela canta enquanto toma fôlego, sem nunca saber onde uma nota vai terminar. Isso entra em perfeita harmonia com as letras, extremamente emotivas, mas nunca de uma maneira cafona ou depressiva. Pelo contrário, elas são tão delicadas e sinceras que qualquer pessoa que aprecie o estilo meio indie, meio folk, vai gostar. Outra coisa que vale salientar: por mais que os temas se repitam, as músicas são bem diferentes umas das outras – sem perder o estilo, claro.  

As pequenas declarações de amor são daquelas fofinhas, sem exagero ou drama, sem grandes sofrimentos. “‘Cause I love the way you say good morning / And you take me the way I am” (The Way I Am) Os corações partidos existem, todos somos frágeis e quebráveis, mas isso não parece ser o fim do mundo. Esse senso de realidade torna as letras da moça maduras e inteligentes, além de bem humoradas em vários momentos. Além disso, a única pessoa de quem ela parece ter algo ruim para dizer é ela própria, mas sem grande culpa ou ressentimento – apenas aceitando que qualquer um tem seus defeitos. “When will I feel all soft on the inside?” (Masochist)

Um disco coeso, que dá pra ouvir do começo até o final sem doer nem um pouco os ouvidos – ou outras partes mais frágeis. Para quem gosta do gênero de vocal feminino leve, inteligente e sentimental sem ser brega – ao menos na minha concepção de brega, né – aproveite a dica e escute. Três balões e meio.

rar

Advertisements

About Cecília Almeida

Jornalista, doutora em comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco. Adora consumir e comentar ficção, em suas melhores formas.
This entry was posted in "alternative", albuns, femme de la femme, folk. Bookmark the permalink.

6 Responses to ingrid michaelson – girls and boys

  1. berry says:

    os vocais são suaves e femininos? veja bem, feminilidade eu recomendo, mas suave? sei não, viu? hihihi

  2. Angela says:

    Pois é menina, conheci tanta música boa pelo Grey’s, tem uma música bem bonitinha do Travis, a Love Will Come Through…Tem uma outra que acho lindinha também é Fools in Love da Inara George. E agora me apaixonei pela The Way I am!!!! E hoje vim procurar no oráculo google mais informações sobre a Ingrid Michaelson e encontrei teu blog!

    Vou comprar o cd, certeza!

    besos.

  3. Guida says:

    Devo dizer que Ingrid Michaelson foi a minha maior surpresa musical de 2007.
    Foi através da série Grey’s anatomy que ouvi pela primeira vez “The way I am” e fiquei fascinada, fiz questão de fazer uma pesquiza na net até que descobri o cd que fui a “correr” comprar e que ouço em todo o lado… “Girls and Boys” é realmente fascinante, desde a primeira até à última música. Destaco “die alone”, “the way i am”, “the hat”, “keep breathing”, etc… uma sonoridade incrível acampanhada de uma voz que é simples, mas muito pessoal e bonita.
    O primeiro cd de Ingrid Michaelson “Slow the rain” pelas poucas músicas que já tive a oportunidade de ouvir também parece bastante bom, ando à procura deste álbum, mas está dificil de encontrar.
    são artistas destes que fazem falta!! Um bem haja!

  4. Tharcy says:

    Pois então! Veja só a minha surpresa. Estou eu, acessando os sites da Livraria Cultura, Fnac e etc, em busca da tal moça. Obviamente, nada encontrei. Até que lancei no google e vim parar aqui. E por parar aqui e ler que vc adquiriu o último album da fofinha, lhe pergunto: aonde é que eu comproooooo? Me ajuda, please?

    E realmente, Grey’s só tem música boa. Estou namorando há algum tempo o box do seriado que vem com 3 cd’s.

    Abraços!
    Tharcy

  5. mother chimp says:

    Bem, você pode checar o Amazon, porque eu acho que não vai dar pra achar em nenhum site nacional :/

    Uma pena, né? :***

    Mas vou dar uma pesquisada e qualquer coisa aviso por aqui!

  6. Felipe D. says:

    viciei okaKPKOPSKOPkop
    “board…over-board…over-board” <– não sai da minha cabeça 😀

    cara…bem que a saraiva ou americanas.com poderia vender esse cd né? quero taanto ele :/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s